quarta-feira, 24 de fevereiro de 2010

Sonho de filme

   Acho que todo mundo passa por isso, ter sonhos relacionados a filmes. Tipo, quando é pequeno e talz, ter pesadelos envolvendo filmes de terror. Bom, eu nunca tive isso. Não quando era criança.
   Tudo começou a duas semanas atrás, quando sonhei que estavamos sendo atacados por zumbis e minha casa era a base de resistência. Então, no começo era legal, pois abriamos o portão por pouco tempo pra vir uns zumbis e "matá-los". Até que um dia, entrarão demais e não conseguimos mais detê-los . Ai, estava só eu ainda, e lutando muito triste por todo mundo ter morrido. Dae acordei. E acordei mal, tipo com aquele sentimento: "poutz, todos meus amigos morreram. Droga, tenho que trampar". Ah, não tinha assistido nenhum filme de zumbis a um bom, tempo, o que torna isso meio inesplicável tê-lo.
   Isso foi numa sexta de manhã. Na outra semana, na segunda tive outro sonho. Ele era meio que dentro do filme "Identidade". Creio que ninguém conhece, então imagine que é tipo um pânico, que as pessoas vão morrendo por um assassino, mas "Identidade" tem uma idéia melhor. Novamente, o local era minha casa, e estavamos sendo perseguidos pelo tal assassino, que nem imaginava quem era. Novamente, todo mundo tava morto e eu fugindo. E acordei.
   Foram dias tensos, mas o pior estava por vir. Quinta-feira passada, foi tenso. Estava sonhando. Novamente com um filme. Não é qualquer filme. O mais medonho de todos. Na verdade eu nunca vi, mas é como se fosse " Um amor pra recordar". Eu não sei como é, mas foi esses romances bestas. Sério, foi tenso. E o engraçado, que sonhei e ficava andando pelo "cenário" e pensando: "porra, onde eu estou? o que to fazendo aqui?". O que eu não daria pra ter todos meus amios mortos de volta.

Sério, eu sonhei com isso.
  

quinta-feira, 18 de fevereiro de 2010

A descoberta do Indie

   Quando estava na 6 série, eu dava meus primeiros passos que me tornaria "roqueiro" de verdade. Que comecei a me interessar mais pelo estilo e talz. Assim, eu olhava todo sábado o band-clipe pra ver bandas novas, na real passava sempre os mesmos clipes, por semanas e semanas. Ia na Lucassom ouvir discos dizendo que estava pensando em comprar, mas na real só ouvia.
    Era pançudo, mas sempre lia alguma revista. Um certo dia lendo um artigo musical, me surpreendi. Eu não entendia bulhufas de música e de inglês, mas lendo eu achei que seria a música mais revolucionária já feita. Era uma banda que tocava no estilo Indie. Parece piada, mas eu achei que a música tinha a ver com ritmos indígenas. Ainda mais porque a foto da banda, a qual não lembro o nome, estava vestida de cowboys, assim fazendo uma ligação, saca?

Melhor Imagem da Sua Vida

Terça a noite dando uns rolés pela cidade passando em frente ao hospital fumagali e vimos uma placa que tivemos que tirar um kodak.
(piazadinha do mal que curte trashmetal e quer posar do lado do simbolo nuclear)

Tipo, li esse slogan e fiquei pensando. Chega um médico e diz: essa IMAGEM da radiografia diz que você tem AIDS.
Com toda certeza será a melhor imagem da sua vida! 

quinta-feira, 11 de fevereiro de 2010

Férias, tempo de reflexão.

    Poisé amigos, depois de um longo tempo de postagens de prints paias, vou tentar voltar a escrever. Fiquei parado, por motivos de férias gerais. O que acabou trazendo desinteresse em postar aqui por um tempo. Mas foi bom, tive muito tempo para refletir sobre muitos aspectos, buscar um auto conhecimento, me divertir, montar mais uma banda...
    Tive tempo para assistir filmes, e assim começa essa jornada textual sobre coisas que aprendi e vivi nas férias. Começando que olhei muitos filmes bons, mas a adaptação do Watchman foi foda. Mas passei boa parte das férias com medo da morte, depois dele. Maldição. Hoje sento calmo, apesar de ser um assunto que me intriga, não me dá tanto pavor mais.
   Com esse tempo livre pude comer doritos, tanto que hoje estou viciado. Tanto que não vejo a hora de dar 5:30 e ir comprar um, já que hoje não tem aula. Também estou viciado no Xis Bife do Kalifas. Nesse aspecto, comecei a reparar como eu sou apegado a pequenas coisas, geralmente envolvendo comida. Eu pago pau pra algumas coisas pra caramba: carne, cebola, queijo cheddar, doritos e coca. Esses são os 5 elementos especiais da comida. Tendo um deles, e não usando de forma errada, terei sempre uma boa refeição.
    Criei um formspring até. Apesar de parecer algo inútil, nem acho tanto. Além do autoconhecimento, anima minhas manhãs trocando perguntas com o maico.
    Recebi a formidável visita do Ariel e do Ricardo, que foi muito bom. Eu tinha que trabalhar, mas foi legal, tinha compania pra tomar coca, e comer xis e doritos. Além de ter pra assistir Friends e Two and a Half Man. Além, de conversas e remember dos tempos do IEI.
    Em si é isso.